Topo
Topo
att
Você está aqui: HomeNotícias › Notícia completa
08/07/2013 às 08:59
Vacina contra HPV vai imunizar mais de 104 mil meninas em Goiás

 

 

A partir do próximo ano, meninas de 10 e 11 anos receberão, gratuitamente, a vacina contra o papilomavírus (HPV), usada na prevenção de câncer de colo do útero. A decisão, anunciada esta semana pelo Ministério da Saúde, vai beneficiar 104.579 meninas em Goiás. No Brasil, a meta é vacinar 80% do público-alvo, estimado em 3,3 milhões. Serão investidos R$ 360,7 milhões na aquisição de 12 milhões de doses.

A vacina que estará disponível na rede pública é a quadrivalente, usada na prevenção contra quatro tipos de HPV (6, 11, 16 e 18). Dois deles (16 e 18) respondem por 70% dos casos de câncer. No escopo do acordo entre Ministério da Saúde e os fabricantes da vacina Butantan e Merck Sharp & Dohme (MSD), que atuarão em parceria tecnológica está prevista a possibilidade de uso da versão nonavalente, que agregará outros cinco sorotipos à vacina.

Em relação ao câncer de colo do útero, a cada ano, 270 mil mulheres no mundo morrem por conta da doença. No Brasil, 5.160 mulheres morreram em 2011 em decorrência da doença, dessas 158 viviam em Goiás. Para 2013, o Instituto Nacional do Câncer estima o surgimento de 17.540 novos casos no país.

Ações preventivas

A vacina para prevenção da doença tem eficácia comprovada para pessoas que ainda não iniciaram a vida sexual e, por isso, não tiveram nenhum contato com o vírus. A escolha do público-alvo levou em consideração evidências científicas, estudos sobre o comportamento sexual e a avaliação de especialistas que atuam no Comitê Técnico Assessor de Imunizações (CTAI) vinculado ao Ministério da Saúde. A incorporação da vacina complementa as demais ações preventivas do câncer de colo do útero, como a realização do Papanicolau e o uso de camisinha em todas as relações sexuais.

O Ministério da Saúde orienta que as mulheres dos 25 aos 64 anos façam o exame preventivo, o Papanicolau, a cada três anos. Em 2012, foram 11 milhões de exames no SUS, o que representou investimento de R$ 72,6 milhões. Do total, 78% foram na faixa etária prioritária. Em Goiás, foram realizados 285,2 mil exames no mesmo período ao custo total de R$ 1,89 milhão.

Veja mais sobre Saúde [+ notícias]

Foto Destaque

 

 

Home | BelaVistaNET | Como Anunciar | Expediente | Links úteis | Fale Conosco
Política de Privacidade | Termos de Uso
©Copyright © 2002 - 2017 - Bela Vista Networks - BelaVistaNET.
Endereço: Rua Cel JoãoCamilo, nº 1031, Centro, Bela Vista de Goias -GO - Fone: (62) 8403-9290 / (64) 8145-3890
. Todos os direitos reservados.